sicnot

Perfil

Mundo

Estado Islâmico reivindica ataque nos Estados Unidos

O Estado Islâmico reivindicou o ataque à exposição de caricaturas de Maomé nos Texas. Esta é a primeira vez que os extremistas reclamam um atentado nos Estados Unidos. Através do boletim diário na rádio, os jihadistas fizeram novas ameaças. No passado domingo dois homens armados tentaram lançar um ataque contra um concurso polémico de caricaturas do profeta. Foram mortos pela polícia antes de conseguirem entrar no edifício.

© Laura Buckman / Reuters

"Dois soldados do califado realizaram um ataque contra uma exposição de caricaturas contra o profeta em Garland, Texas, América", afirmou o movimento jihadista que proclamou um "califado" no Iraque e na Síria, no boletim radiofónico diário.

 

O ataque ocorreu na periferia de Dallas, onde decorria um concurso de caricaturas do profeta Maomé, organizado pela associação American Freedom Defense Initiative, considerada islamófoba.

 

Um polícia abateu os dois homens fortemente armados que tentavam atacar o local. Um segurança ficou ligeiramente ferido.

 

"Os dois irmãos dispararam contra a exposição e feriram um polícia encarregado de proteger a exposição antes de morrerem no tiroteio", acrescentou o EI, antes de ameaçar os Estados Unidos.

 

"Dizemos à América: o que está a ser preparado será mais importante e mais amargo. Vereis coisas horríveis feitas pelos soldados do Estado Islâmico", ameaçaram os jihadistas. 

 

De acordo com media norte-americanos, os dois alegados islamitas eram Elton Simpson, de 31 anos, e Nadir Soofi, de 34, que partilhavam - segundo o Los Angeles Times - um apartamento em Phoenix, Arizona (sudoeste).


Com Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.