sicnot

Perfil

Mundo

Juízes franceses terminaram em abril investigação à morte de Yasser Arafat

Os juízes franceses envolvidos na investigação da morte de ex-líder palestiniano Yasser Arafat em 2004 terminaram em abril a investigação criminal aberta por suspeita de assassínio, disse hoje um procurador.

© Finbarr O'Reilly / Reuters

"Os juízes que investigavam [a morte de Arafat] encerraram o inquérito que foi encaminhado para o Ministério Público a 30 de abril", que tem agora três meses para apresentar observações, disse o procurador.

Os peritos designados pelos tribunais franceses descartaram no início do ano a teoria de envenenamento por polónio 210 do líder histórico dos palestinianos, que morreu num hospital perto de Paris a 11 de novembro de 2004.

Três juízes foram responsáveis pela investigação iniciada em agosto de 2012 por suspeita de "assassínio" na sequência de uma queixa apresentada pela viúva de Yasser Arafat, Suha Arafat, depois de ter sido descoberto polónio nos pertences pessoais do marido.

Em 2013, os franceses, assim como uma equipa russa, tinham já excluído a possibilidade de envenenamento do líder palestiniano.







Lusa
  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.