sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 17 mortos em ataques de drone dos EUA no Afeganistão

Pelo menos 17 presumíveis talibãs foram mortos na sequência de um bombardeamento levado a cabo por um 'drone' norte-americano no leste do Afeganistão, disse hoje fonte policial à agência Efe. 

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Omar Sobhani / Reuters

O bombardeamento teve lugar na província de Nangarhar, na tarde de segunda-feira, quando os rebeldes se encontravam reunidos para preparar um ataque contra as forças de segurança afegãs, afirmou o porta-voz da polícia regional Hazrat Husain Mashriqiwal.


"Os 17 insurgentes, incluindo o seu comandante, de nome Daud, morreram no bombardeamento", assegurou o mesmo responsável.


Este ataque ocorre depois de os talibãs terem solicitado, no passado fim de semana, numa reunião no Qatar com representantes do Governo afegão, a saída das forças estrangeiras e a retirada dos seus líderes da lista de sanções da ONU como condições prévias no quadro das negociações de paz.



A eleição em 2014 do novo presidente afegão, Ashraf Ghani, que se comprometeu a fazer das conversações de paz uma prioridade, aumentou as esperanças de diálogo.



Em abril, os talibãs lançaram a "ofensiva da primavera" no Afeganistão, intensificando os ataques contra alvos do Governo e estrangeiros, com forte impacto nos civis e nas forças de segurança afegãs.


A missão de combate da NATO terminou formalmente em dezembro, tendo permanecido no Afeganistão uma pequena força estrangeira com cerca de 12.500 elementos para treinar e apoiar os membros das forças de segurança locais.




Lusa
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.