sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 17 mortos em ataques de drone dos EUA no Afeganistão

Pelo menos 17 presumíveis talibãs foram mortos na sequência de um bombardeamento levado a cabo por um 'drone' norte-americano no leste do Afeganistão, disse hoje fonte policial à agência Efe. 

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Omar Sobhani / Reuters

O bombardeamento teve lugar na província de Nangarhar, na tarde de segunda-feira, quando os rebeldes se encontravam reunidos para preparar um ataque contra as forças de segurança afegãs, afirmou o porta-voz da polícia regional Hazrat Husain Mashriqiwal.


"Os 17 insurgentes, incluindo o seu comandante, de nome Daud, morreram no bombardeamento", assegurou o mesmo responsável.


Este ataque ocorre depois de os talibãs terem solicitado, no passado fim de semana, numa reunião no Qatar com representantes do Governo afegão, a saída das forças estrangeiras e a retirada dos seus líderes da lista de sanções da ONU como condições prévias no quadro das negociações de paz.



A eleição em 2014 do novo presidente afegão, Ashraf Ghani, que se comprometeu a fazer das conversações de paz uma prioridade, aumentou as esperanças de diálogo.



Em abril, os talibãs lançaram a "ofensiva da primavera" no Afeganistão, intensificando os ataques contra alvos do Governo e estrangeiros, com forte impacto nos civis e nas forças de segurança afegãs.


A missão de combate da NATO terminou formalmente em dezembro, tendo permanecido no Afeganistão uma pequena força estrangeira com cerca de 12.500 elementos para treinar e apoiar os membros das forças de segurança locais.




Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".