sicnot

Perfil

Mundo

Ator indiano condenado a cinco anos de prisão por atropelar e matar sem-abrigo

O ator indiano Salman Khan, estrela da indústria de cinema da Índia, conhecida como "Bollywwod", foi condenado hoje a cinco anos de prisão por ter atropelado e matado um sem-abrigo e depois ter fugido do local, em 2002.

© Shailesh Andrade / Reuters

Khan, que foi condenado por homicídio voluntário, foi com o seu veículo 4x4 contra um grupo de sem-abrigo que dormia na calçada de um bairro de Bombaim.

Um dos sem-abrigo morreu e outros ficaram feridos.

Salman Khan, uma estrela popular de Bollywood graças a filmes como "Dabangg", mostrou-se abatido depois da leitura da sentença, segundo um jornalista da agência AFP presente na audiência.

Khan, de 49 anos, sempre negou estar a volante do carro, mas fugiu do local.

Uma série de pessoas, que estavam nas proximidades, testemunharam que o ator conduzia o veículo em alta velocidade quando atingiu os sem-abrigo, perto de uma padaria no bairro chique de Bandra, no oeste de Bombaim, em setembro de 2002, depois de uma noite de bebedeira num bar.

O ator arriscava apanhar 10 anos de prisão, mas o juiz D.W. Deshpande decidiu aplicar-lhe uma pena de cinco anos que, mesmo assim, poderá colocar um fim abrupto na carreira de uma das maiores estrelas da Índia.

O veredito era esperado por numerosos fãs do ator, mas igualmente pelos estúdios de Bollywood, que poderão ter pesadas perdas devido à prisão do ator.

Salman Khan é filho de um guionista muito conhecido e trabalhou em mais de 100 filmes, depois do seu primeiro sucesso "Maine Pyar Kiya (Eu me apaixonei)", nos anos de 1980.

O ator esteve sempre envolvido em controvérsias e passou uma semana na prisão por ter matado uma gazela, de uma espécie ameaçada, em 1998 durante uma caçada.








Lusa
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.