sicnot

Perfil

Mundo

Detidos quatro presumíveis membros de célula terrorista neonazi na Alemanha

As autoridades alemãs detiveram quatro presumíveis membros de uma célula terrorista neonazi, informa hoje revista Der Spiegel na sua edição digital.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Ralph Orlowski / Reuters

As detenções foram levadas a cabo na sequência das investigações a uma organização autodenominada "Old School Society", a qual planearia atentados contra mesquitas e locais de refugiados.

 

Cerca de 250 agentes participaram na operação por parte de uma unidade especial, que viria a resultar na detenção de três homens e uma mulher, alegadamente pertencentes à cúpula da organização.

 

Segundo as investigações, a "Old School Society" foi criada em novembro último.

 

Um dos detidos, identificado como Andreas H. e oriundo da Baviera, era considerado "o presidente" da organização, enquanto Markus W., da Saxónia (leste do país), também detido, figurava como "vice-presidente".

 

O grupo, que terá tentado conseguir explosivos para realizar atentados, tinha concebido entretanto um logótipo sob o lema "uma bala não é suficiente".


Lusa

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Rui Rio comprometeu-se a realizar apenas dois debates
    0:45

    País

    Rui Rio disse esta terça-feira que foi apanhado de surpresa com a mudança de posição de Pedro Santana Lopes, que exige três debates entre os dois candidatos à liderança do PSD nos canais generalistas. Rui Rio reiterou ainda que se comprometeu a fazer apenas dois debates.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.