sicnot

Perfil

Mundo

Eleições do Reino Unido podem trazer novos problemas para a Europa

Eleições do Reino Unido podem trazer novos problemas para a Europa

As eleições que acontecem no Reino Unido são importantes e podem alterar, não só a geografia política interna, mas também trazer novos problemas para a Europa. É o que relatam os enviados especiais da SIC.

  • Eduardo Gonçalves é lusodescencente e candidato ao Parlamento britânico
    1:49

    Mundo

    Na véspera das eleições no Reino Unido, manté-se a incerteza sobre o vencedor. As sondagens apontam para um empate entre o Conservadores e o Trabalhistas. Na corrida há um lusodescencente, candidato a um dos 650 lugares do Parlamento britânico. Eduardo Gonçalves quer defender os direitos dos emigrantes. Mas é praticamente impossível ser eleito.

  • Modalidade premeia quem salta mais longe sobre carros velhos
    1:19

    Mundo

    Do Reino Unido, costumam chegar imagens das competições mais estranhas que se possa imaginar. Desta vez, um evento automóvel em que os participantes são convidados a levar viaturas em mau estado para ver quem salta mais longe. O resultado foi o que se vê nesta reportagem.

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50