sicnot

Perfil

Mundo

Trezentas e cinquenta menores sexualmente abusadas em Moçambique em 2014

A Procuradora-Geral da República (PGR) de Moçambique, Beatriz Buchili, disse hoje em Maputo que 350 menores foram sexualmente abusadas em 2014 em Moçambique, levando à instauração de 863 processos-crime, dos quais 631 foram objeto de acusação. 

© Andy Clark / Reuters

"De acordo com os dados, no ano de 2014, foram sexualmente abusadas 350 menores por indivíduos, maioritariamente, ligados por laços de parentesco", disse a PGR moçambicana.

Buchili divulgou o número de casos de violação sexual de menores, quando apresentava a Informação Anual do Procurador-Geral da República à Assembleia da República.

Segundo Buchili, em conexão com os casos de violação sexual de menores, 42 processos-crime receberam despachos de abstenção, 126 foram julgados e 190 encontram-se em instrução preparatória.

"Estamos cientes de que os números apresentados podem não corresponder à real situação, se partirmos do pressuposto de que existem casos não denunciados pelo facto de as vítimas temerem represálias e ainda outros serem negociados entre as famílias", afirmou a PGR.

A Informação Anual do PGR dá também conta de que em 2014 foram linchadas 24 pessoas, que morreram à pancada ou queimadas por populares e nalguns casos pelos próprios filhos, devido a alegado roubo ou práticas de feitiçaria.

No balanço sobre a atividade do Ministério Público que prestou ao parlamento, Maria Buchili indicou ainda que 2.735 morreram vítimas de homicídio.

Buchili também fez referência ao homicídio do constitucionalista moçambicano de origem francesa Gilles Cistac, morto a tiro a 03 de março último em Maputo, tendo mencionado apenas que o caso se encontra em investigação.

Lusa
  • Grafitter morre após cair do telhado da estação de Sete Rios
    0:57

    País

    Um grafitter morreu no sábado na estação intermodal de Sete Rios, em Lisboa. O jovem caiu de uma altura de seis metros, enquanto fazia um grafitti. As autoridades terão sido alertadas por um amigo, mas quando o INEM chegou o jovem de 21 anos já estava morto.

  • Incêndio em empresa na Anadia não teve origem criminosa
    2:01

    País

    O incêndio de sábado numa fábrica de capacetes em Anadia causou estragos de perto de um milhão de euros. A empresa vai retomar a laboração já esta segunda-feira, mas só daqui a um mês é que deverá estar a trabalhar em pleno. As autoridades afastaram a possibilidade de origem criminosa, apesar das peritagens ainda não terem revelado a causa do incêndio.

  • Vigília à porta da Autoeuropa contra novo horário
    1:13

    País

    Alguns trabalhadores da Autoeuropa fizeram este domingo uma vigília junto à fábrica, contra a imposição do novo horário de trabalho, que começa em fevereiro. Os trabalhadores estão contra essa obrigatoriedade e dizem que é ilegal porque não cumpre as 35 horas de descanso entre turnos.

  • Catarina Martins e os "fantasmas da direita passada"
    1:14

    País

    Catarina Martins diz que os fantasmas da direita estão de volta e referiu-se aos comentários feitos esta semana por Paulo Portas e Cavaco Silva. Este domingo, em Fafe, a líder do Bloco de Esquerda disse ainda que está preocupada com o esquecimento do interior e a necessidade de travar o eucalipto.