sicnot

Perfil

Mundo

Senado dos EUA aprova lei que obriga Obama a submeter acordo com o Irão ao Congresso

O Senado norte-americano, de maioria republicana, aprovou hoje uma lei que obriga o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a submeter qualquer acordo nuclear com o Irão ao Congresso até ao verão.

© Joshua Roberts / Reuters

Com a aprovação, quase por unanimidade, o Senado reafirma o papel de supervisão dos congressistas, apesar da relutância do executivo.

"Os norte-americanos querem que o Senado e a Câmara dos Deputados, em seu nome, se certifiquem que o Irão se responsabiliza e que o processo é transparente", disse Bob Corker, presidente do comité do Senado para as Relações Externas.

A votação final mostra um consenso extraordinário em relação à lei conhecida como Menendez-Corker, após uma maratona política de vários meses.

A Câmara dos Representantes vai examinar o texto na próxima semana.

"O nosso objetivo é parar um mau acordo que vai permitir ao Irão adquirir armas nucleares", disse o presidente republicano da Câmara, John Boehner.

Barack Obama opôs-se inicialmente a que o Congresso tivesse uma palavra dizer sobre o acordo final a ser assinado até 30 de junho entre o Irão e o Grupo 5+1 (China, EUA, França, Reino Unido, Rússia e Alemanha).

Lusa
  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.