sicnot

Perfil

Mundo

Ator indiano que atropelou e matou sem-abrigo aguarda recurso em liberdade

O supremo tribunal de Bombaim adiou hoje a entrada na prisão da estrela de cinema Salman Khan, depois de determinar a sua liberdade sob fiança até que o recurso que o ator interpôs seja analisado pelas autoridades judiciais.

© Shailesh Andrade / Reuters

O ator indiano foi condenado, na quarta-feira, a cinco anos de prisão por ter atropelado e matado um sem-abrigo e depois ter fugido do local, em 2002, num bairro de Bombaim.

O juiz Abhay Thipsay concedeu a Khan, estrela da indústria de cinema indiana, conhecida como "Bollywood", a liberdade provisória depois de impor uma fiança de 400 dólares (356 euros) e ordenar que o seu passaporte fosse confiscado, além de o obrigar a registar um novo pedido de fiança, segundo os meios de comunicação locais.

O tribunal começa hoje o seu período de férias de verão, e assim, até 08 de junho, não será retomado o processo contra o ator, que há 13 anos atropelou em Bombaim vários sem-abrigo que dormiam numa calçada, matando um e ferindo outros quatro, tendo fugido do local, segundo a agência de notícias indiana IANS.

Apesar de receber o apoio de outras estrelas de cinema e fãs, um grupo de pessoas manifestava-se à porta do tribunal pedindo que o famoso ator fosse preso.

No dia do acidente, o ator, conhecido como "o rapaz mau" de Bollywood, fugiu do local sem prestar ajuda às vítimas e só no dia seguinte se apresentou na esquadra de polícia.

O motorista de Khan, Ashok Singh, apresentou-se no tribunal (num processo que começou em 2006) e assegurou que era ele que conduzia o veículo naquela noite do acidente, versão que voltou a apresentar durante a audiência de imposição da fiança.

No entanto, várias testemunhas disseram que era o ator a conduzir o carro na noite do acidente.

Salman Khan é filho de um guionista muito conhecido e trabalhou em mais de 100 filmes, depois do seu primeiro sucesso "Maine Pyar Kiya (Eu apaixonei-me)", nos anos de 1980.

O ator esteve sempre envolvido em controvérsias e passou uma semana na prisão por ter matado uma gazela, de uma espécie ameaçada, em 1998 durante uma caçada.

 
Lusa
  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.