sicnot

Perfil

Mundo

Lusodescendente Ed Gonçalves falha eleição para deputado britânico

O lusodescendente Eduardo Gonçalves, candidato pelo partido Liberal Democrata ao parlamento britânico,  manifestou-se hoje "decepcionado" ao falhar hoje a eleição em Rugby, onde Mark Pawsey, do partido Conservador, manteve o lugar de deputado. 

edgoncalves.wordpress.com

Mais conhecido por "Ed", Eduardo Gonçalves angariou 2.776 votos (6%), ficando-se pelo quarto lugar, atrás do candidato do partido eurocético UKIP Gordan Davies, que recolheu 6.885 votos (14%). 

O candidato Liberal Democrata elegeu como prioridade da sua campanha combater o discurso anti-imigração feito por aquele partido, que defende a saída do Reino Unido da União Europeia. 

Numa declaração partilhada pela sua página no Facebook, Eduardo Gonçalves reconheceu que "não foi desta vez" que venceu, atribuindo o resultado à "mudança profunda que aconteceu no Reino Unido". 

Mark Pawsey venceu com 24.040 votos (49%), uma vantagem superior a 10 mil votos em relação ao segundo, a trabalhista Claire Edwards (28%). 

Gonçalves, filho de pais portugueses, mas nascido em Londres em 1968, foi o primeiro candidato de origem portuguesa à Câmara dos Comuns. 

O seu desempenho coincide com uma forte derrota dos "Lib Dems" a nível nacional, que, contabilizadas 58 das 650 circunscrições, perdeu 46 dos 56 assentos na Câmara dos Comuns e elegeu apenas seis.  

"E assim começa o árduo trabalho de reconstruir a partir das bases (mais uma vez), para aprender com o erro tático crasso de tentar recriar o FDP alemão aqui no Reino Unido", disse. 

O ativista ambientalista afirmou que  esta situação "era evidente, desde que Nick Clegg mostrou a sua lamentável falta de experiência de campanha numa 'coroação' na  liderança que ele quase conseguiu perder e seu fracasso como um negociador nas fatídicas negociações de coligação".

"A posição de Clegg é agora tão insustentável que a questão da sua renúncia é quase académica", vincou Gonçalves.



Com Lusa
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.