sicnot

Perfil

Mundo

Maioria permite cumprir todas as promessas, diz Cameron

Maioria permite cumprir todas as promessas, diz Cameron

No primeiro discurso depois de confirmada a vitória esmagadora nas eleições, David Cameron disse que a maioria absoluta vai permitir o cumprimento de todas as promessa eleitorais. O primeiro-ministro britânico garante que vai lutar por um Reino Unido como uma nação. E o referendo à integração na União Europeia é mesmo para avançar.

  • Cameron espera formar Governo nos próximos dias
    0:59

    Mundo

    David Cameron espera formar Governo nos próximos dias. Depois de uma grande noite para o Partido Conservador, Cameron disse ainda que vai cumprir o prometido em relação à Escócia e ao País de Gales e trabalhar para unir os britânicos.

  • Conservadores britânicos conseguem maioria absoluta

    Mundo

    David Cameron vai continuar a ser primeiro-ministro do Reino Unido por mais cinco anos. E com maioria absoluta. Os resultados indicam que os Conservadores conquistam o maior número de deputados, 326, seguidos dos trabalhistas com 231. Ed Miliband já reconheceu a derrota e vai demitir-se da liderança do Partido Trabalhista. O Partido Nacional da Escócia é a grande surpresa da noite tendo conquistado 56 lugares. 

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.