sicnot

Perfil

Mundo

Avião militar cai em Sevilha, Rajoy admite 8 a 10 mortos

Avião militar cai em Sevilha, Rajoy admite 8 a 10 mortos

Um avião militar de carga despenhou-se hoje em Sevilha, Espanha, pouco depois da descolagem, tendo o chefe de Governo espanhol, Mariano Rajoy, admitido a morte dos "8 a 10" tripulantes que seguiam a bordo do A400M.

"No avião viajavam oito a dez pessoas que terão falecido", disse Mariano Rajoy, citado pela agência de notícias espanhola EFE, durante um comício de campanha em La Laguna, o qual foi interrompido assim que o chefe do executivo espanhol foi informado do acidente aéreo.

 

Fontes citadas pela EFE referem que a empresa Airbus, que tem uma fábrica de montagem em San Pablo, utiliza o aeroporto da capital da Andaluzia para a realização de testes.

 

Segundo a EFE, o avião caiu a cerca de uma milha a norte do Aeroporto de Sevilha, adiantando que a Espanha não possui este modelo da Airbus, e que o mesmo foi apenas adquirido, até hoje, pela França, Inglaterra e Turquia.

 

Para o local foram enviados vários meios de socorro.

 

Segundo o jornal espanhol El País, apesar de o acidente aéreo ter ocorrido fora do perímetro do aeroporto de Sevilha, este foi encerrado ao tráfego aéreo.

 

A aeronave militar A400M é o maior propulsor do mundo e a sua produção industrial começou em 2011.

 

O projeto desta aeronave militar nasceu em 2003, após o acordo de sete países (Alemanha, França, Espanha, Reino Unido, Turquia, Bélgica e Luxemburgo), que concordaram em comprar 180 unidades.

 

O programa tinha previsto um investimento inicial de 20 mil milhões de euros, mas foi aumentado em 11 mil milhões pela quantidade de tecnologia que requer este modelo.

 

No caso da Espanha, acrescenta o El País, o Governo comprometeu-se a comprar 27 destes aviões.

 

A primeira entrega estava prevista para o início de 2016, com o objetivo de substituir os Hércules C-130, avião de transporte tático, ao serviço desde 1973.

 

Lusa

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC