sicnot

Perfil

Mundo

John Kerry reúne-se com Vladimir Putin esta terça-feira na Rússia

O chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, reúne-se na terça-feira em Sochi, no sul da Rússia, com o Presidente russo, Vladimir Putin, na primeira visita que faz ao país depois do início do conflito na Ucrânia.

O Presidente russo Vladimir Putin e o chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry. (Arquivo)

O Presidente russo Vladimir Putin e o chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry. (Arquivo)

© Maxim Shemetov / Reuters

"John Kerry realiza uma visita de trabalho à Rússia no dia 12 de maio", informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo em comunicado.

Em Sochi, residência de verão do Presidente russo nas margens do Mar Negro, o secretário de Estado norte-americano vai também reunir-se com o homólogo, Serguei Lavrov, para discutir uma série de questões bilaterais e regionais.

Segundo o Departamento de Estado, Kerry e Lavrov vão abordar a situação na Ucrânia, as negociações nucleares com o Irão e a guerra na Síria.

A visita de Kerry enquadra-se "nos esforços contínuos para manter linhas de comunicação direta com altos responsáveis russos e assegurar que os pontos de vista dos Estados Unidos são transmitidos com clareza", segundo o comunicado da diplomacia norte-americana.

O conflito com a Ucrânia, em particular a anexação da Crimeia pela Rússia, deteriorou significativamente as relações da Rússia com o Ocidente, que acusa Moscovo de apoiar militarmente os separatistas do leste ucraniano.

"Confiamos que a visita do secretário de Estado sirva para normalizar as relações bilaterais, de que tanto depende a estabilidade internacional", lê-se no comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

O Departamento de Estado informa, por outro lado, que John Kerry viajará de Sochi para a localidade turca de Antalia para participar, na quarta-feira, numa reunião informal de ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO.
Lusa
  • "Putin não está preparado para tomar qualquer decisão sobre a Ucrânia antes do referendo", disse John Kerry

    Crise na Ucrânia

    O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, afirmou que o Presidente russo, Vladimir Putin, não tomará nenhuma decisão sobre a Ucrânia antes da realização do referendo na Crimeia. John Kerry fez algumas declarações aos jornalistas depois de um encontro de cerca de seis horas com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, que decorreu hoje em Londres. 

  • Uma nova Guerra Fria?

    Sociedade das Nações

    O chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, disse esta semana que Washington não quer uma Rússia que se isola através das suas próprias ações, pedindo a Moscovo que ajude a travar o clima de tensão na Ucrânia. No momento das declarações de Kerry na abertura do 21º Conselho Ministerial da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, o Presidente russo, Vladimir Putin, acusava em Moscovo o Ocidente, nomeadamente os Estados Unidos, de terem utilizado a crise ucraniana como pretexto para impor sanções à Rússia. 

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".