sicnot

Perfil

Mundo

Passageiro com antiga granada militar provoca o caos em estação ferroviária em Paris

A movimentada estação ferroviária Gare du Nord, em Paris, foi hoje evacuada depois de um passageiro ter tentado embarcar num comboio com destino a Londres com uma antiga munição de artilharia dentro de uma mochila. 

reuters

"Ao fim da manhã, um passageiro com destino ao Reino Unido tentou entrar no comboio, transportando dentro da sua mochila uma munição de artilharia da Primeira ou da Segunda Guerra Mundial", relatou, em declarações à agência francesa AFP, um responsável da companhia ferroviária francesa SNCF. 

"Peritos antibombas foram chamados ao local e todos os passageiros foram retirados" do átrio principal da estação ferroviária Gare du Nord, onde estão localizadas as partidas e as chegadas internacionais dos comboios de longa distância que têm como destino o Reino Unido, Bélgica ou Holanda, acrescentou o mesmo representante.

O tráfego na estação parisiense, que já tinha sido afetado hoje de manhã por outros dois incidentes separados em linhas regionais francesas, será gradualmente reposto ao longo do dia, acrescentou a SNCF.

A Gare du Nord é a estação de comboios mais movimentada da Europa e uma das mais movimentadas do mundo
  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.