sicnot

Perfil

Mundo

Passageiro com antiga granada militar provoca o caos em estação ferroviária em Paris

A movimentada estação ferroviária Gare du Nord, em Paris, foi hoje evacuada depois de um passageiro ter tentado embarcar num comboio com destino a Londres com uma antiga munição de artilharia dentro de uma mochila. 

reuters

"Ao fim da manhã, um passageiro com destino ao Reino Unido tentou entrar no comboio, transportando dentro da sua mochila uma munição de artilharia da Primeira ou da Segunda Guerra Mundial", relatou, em declarações à agência francesa AFP, um responsável da companhia ferroviária francesa SNCF. 

"Peritos antibombas foram chamados ao local e todos os passageiros foram retirados" do átrio principal da estação ferroviária Gare du Nord, onde estão localizadas as partidas e as chegadas internacionais dos comboios de longa distância que têm como destino o Reino Unido, Bélgica ou Holanda, acrescentou o mesmo representante.

O tráfego na estação parisiense, que já tinha sido afetado hoje de manhã por outros dois incidentes separados em linhas regionais francesas, será gradualmente reposto ao longo do dia, acrescentou a SNCF.

A Gare du Nord é a estação de comboios mais movimentada da Europa e uma das mais movimentadas do mundo
  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.