sicnot

Perfil

Mundo

Embarcação com 116 migrantes a bordo intercetada no Bangladesh

Uma patrulha da guarda costeira e da Marinha do Bangladesh intercetou esta terça-feira uma nova embarcação no golfo de Bengala, transportando 116 migrantes, "todos bengaleses", indicou à agência France Presse o comandante da estação da guarda costeira Dickson Chowdhury. 

A embarcação, abandonada pela tripulação alegadamente birmanesa, navegava perto da fronteira birmanesa e tinha como destino final a Malásia, segundo a guarda costeira do Bangladesh.

A embarcação, abandonada pela tripulação alegadamente birmanesa, navegava perto da fronteira birmanesa e tinha como destino final a Malásia, segundo a guarda costeira do Bangladesh.

© Olivia Harris / Reuters

A embarcação, abandonada pela tripulação alegadamente birmanesa, navegava perto da fronteira birmanesa e tinha como destino final a Malásia, segundo a guarda costeira do Bangladesh.

A ONU pediu hoje aos países do sudeste asiático para manterem as fronteiras abertas dada a presença no mar de milhares de migrantes bengaleses e da minoria rohingya da Birmânia que tentam chegar sobretudo à Malásia. 

Segundo organizações de ajuda que colaboram com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), várias embarcações com migrantes estão à deriva depois de terem sido abandonadas pelos traficantes que receavam serem presos ao chegarem à Malásia ou à Tailândia. Os dois países lançaram operações para reprimir esta atividade criminosa.

Cerca de 1.600 migrantes foram resgatados nas últimas horas e encontram-se na Indonésia e na Malásia, mas o porta-voz do ACNUR, Adrian Edwards, disse numa conferência de imprensa em Genebra que o organismo foi alertado através de várias fontes "de que podem existir mais embarcações na região que precisam de ser localizadas e ajudadas".

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) salientou ser imperativo salvar os migrantes.

"Ouvimos dizer que é possível que haja 8000 migrantes neste momento no mar (...) é um número muito importante. Obviamente, se nada for feito para os ajudar, se não receberem comida, combustível e a opção de irem para onde desejam, haverá consequências humanas muito graves", disse o porta-voz da OIM, Leonard Doyle.

Face à crise, a Tailândia anunciou a realização de uma cimeira regional no próximo dia 29 em Banguecoque, com representantes de 15 países, incluindo a Austrália, Indonésia, Malásia, Camboja, Laos, Birmânia, Vietname, Bangladesh e Estados Unidos.
Lusa
  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.