sicnot

Perfil

Mundo

UNESCO alerta para destruição da capital do Iémen, património cultural da Humanidade

Bombardeamentos "intensos" da aviação saudita na noite de segunda-feira provocaram "sérios danos" na cidade velha da capital iemenita Saana, classificada património mundial da Humanidade, alertou esta terça-feira a UNESCO.  

"Nos últimos dias, a UNESCO recebeu informações que indicam importantes estragos que afetam locais culturais significativos no Iémen", refere em comunicado a agência da ONU sediada em Paris, que também apela à "proteção do património cultural único do país".

"Nos últimos dias, a UNESCO recebeu informações que indicam importantes estragos que afetam locais culturais significativos no Iémen", refere em comunicado a agência da ONU sediada em Paris, que também apela à "proteção do património cultural único do país".

Abdulnasser Alseddik / AP

"Nos últimos dias, a UNESCO recebeu informações que indicam importantes estragos que afetam locais culturais significativos no Iémen", refere em comunicado a agência da ONU sediada em Paris, que também apela à "proteção do património cultural único do país".  

As informações recolhidas pela UNESCO referem que a cidade velha de Sanaa, incluindo edifícios em adobe, mesquitas e 'hammams' (saunas) anteriores ao século XI "foram intensamente bombardeados na noite de 11 de maio de 2015, provocando sérios estragos em numerosos edifícios históricos".  

A cidade histórica de Saada, bastião dos rebeldes 'huthis' no norte e o campo arqueológico da cidade fortificada pré-islâmica de Baraqish (noroeste) "foram igualmente danificados", lamenta a Unesco.  

"Condeno estas destruições e apelo a todas as partes para colocarem o património cultural á margem dos conflitos", declarou a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, para quem o património representa "um excecional testemunho das realizações da civilização islâmica".  

Edificada num vale de montanha a 2200 metros de altitude, Sanaa foi nos séculos VII e VIII um importante centro de propagação do islão. A cidade inclui 103 mesquitas, 14 'hammams' e cerca de 6000 edifícios, incluindo as casas-torre e outras em adobe, construídas antes do século XI. 

Uma coligação árabe, dirigida pela Arábia Saudita, desencadeou no final de março uma operação militar no Iémen contra os rebeldes xiitas 'huthis' aliados do Irão, que controlam parte do país e se opõem ao presidente Abd Rabbo Mansur Hadi, que se refugiou em Riade.  

Na segunda-feira os sauditas intensificaram os bombardeamentos na véspera de uma trégua que deverá começar hoje, para permitir o envio de ajuda humanitária.  

Segundo a ONU, pelo menos 1400 pessoas já foram mortas desde o início da intervenção saudita, na larga maioria civis. 
Lusa
  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.