sicnot

Perfil

Mundo

Cuba e EUA discutem na próxima semana restabelecimento de relações diplomáticas

O ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, Bruno Rodriguez, anunciou hoje que na próxima semana se realiza uma nova ronda de conversações entre Cuba e os EUA sobre o restabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países.

© Kevin Lamarque / Reuters

"Na próxima semana estaremos em Washington uma nova sessão de negociações sobre o restabelecimento das relações diplomáticas e abertura de embaixadas", disse o ministro, em entrevista à agência noticiosa AFP.

Segundo o ministro, o dia do encontro ainda vai ser determinado.

Este será o terceiro encontro realizado entre as duas partes para discutir o restabelecimento das relações diplomáticas, suspensas em 1961, depois de reuniões realizadas em janeiro e fevereiro.

Na terça-feira, o Presidente Raul Castro anunciou que no próximo dia 29 será levantado o principal obstáculo para a nomeação de embaixadores para Havana, nomeadamente a retirada de Cuba da lista de países que apoiam o terrorismo.

Em Washington, o porta-voz do Departamento de Estado, Jeff Rathke, reconheceu que o "intercâmbio de embaixadores será um passo lógico", mas que ainda não há data para a sua nomeação.

O chefe de Estado de Cuba também explicou que as duas partes estão ainda a discutir o comportamento que Havana espera que dos futuros diplomatas dos Estados Unidos.

"Eu disse ao Presidente que o que me preocupa mais é que continuem a desenvolver atividades ilegais como a formação de jornalistas independentes", explicou Raul Castro.

Os Estados Unidos impuseram durante mais de 50 anos um embargo comercial e financeiro a Cuba. Os dois países têm desde 1977 uma secção de interesses que funciona como embaixada.

Lusa
  • Hollande defende que fim do embargo a Cuba é essencial para a ilha
    1:52

    Mundo

    O Presidente francês manteve um encontro histórico com os líderes de Cuba, Fidel e Raul Castro. Em Havana, François Hollande defendeu o fim do embargo comercial norte-americano que causou danos no desenvolvimento da ilha e sublinhou a intenção de fortalecer as relações entre os dois países.

  • Descarrilamento nos EUA provoca 5 mortos e 59 feridos
    1:50

    Mundo

    Pelo menos 5 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas no descarrilamento de um comboio, onde seguiam mais de duzentos passageiros, em Filadélfia, Estados Unidos. As causas do acidente ainda não são conhecidas mas já estão a ser investigadas.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".