sicnot

Perfil

Mundo

Estudo associa cor vermelha a agressividade, autoridade e domínio masculino

O uso de roupa vermelha transmite uma impressão de agressividade e autoridade e pode constituir uma vantagem no desporto, segundo um estudo publicado hoje na revista Biology Letters, da Royal Society britânica.

Na investigação, feita por cientistas dos departamentos de Antropologia e Psicologia da Universidade de Durham, no Reino Unido, é evidenciada uma correlação entre a cor vermelha e a ideia de dominação masculina, de testoterona.  

Para realizar este inquérito, os cientistas modificaram numericamente a cor da roupa masculina em 20 fotografias. Estes homens foram apresentados sucessivamente vestidos de vermelho, azul e cinzento. Cem observadores (50 homens e 50 mulheres) avaliaram posteriormente a agressividade, a autoridade e o estado emocional que extraiam do fotografado. 

Os homens apresentados com uma t-shirt vermelha foram considerados como "mais agressivos, "mais dominantes", "mais corajosos" e como tendo mais hipótese de ganhar uma competição. 

Os observadores atribuíram-lhes automaticamente traços de personalidade bem precisos. 

O vermelho foi considerado sinónimo de vermelho e cólera pelos observadores dos dois sexos. Mas apenas os homens consideraram esta cor como um sinal de domínio. 

O estudo revelou também que vestir cores cinzentas ou azuis não veicula nenhuma impressão de agressividade ou de autoridade. 

Os homens fotografados não são vistos como estando em estado de cólera. E isto tanto no caso dos observadores como das observadoras. 

Para os cientistas, os resultados mostram que existem associações surpreendentes entre o vestir roupa vermelha e a perceção social da pessoa. 

O vermelho parece enviar sinais específicos entre os humanos, desencadeando associações mentais, mesmo fora de qualquer contexto de competição. 

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.