sicnot

Perfil

Mundo

Homens armados assassinaram mecânico português na Venezuela

Três homens armados intercetaram e mataram a tiro luso-venezuelano de 26 anos na localidade de Brisas del Lago, no estado de Arágua, a oeste de Caracas com o objetivo de lhe roubarem uma viatura clássica.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute


Segundo fontes próximas da família a vítima, Daniel Gouveia, mecânico de profissão, estacionou o seu carro em frente de casa enquanto tinha ido buscar roupa para trabalhar e ao sair da residência foi intercetado pelos assaltantes que o balearam.

De acordo com José Pereira, sogro da vítima, o homicídio aconteceu ao final da tarde de terça-feira e os assaltantes fugiram com a viatura.

O luso-venezuelano foi transportado de emergência para o Hospital de Los Samanes onde viria a morrer cerca de uma hora depois.

Na Venezuela a insegurança é apontada como uma das principais preocupações dos cidadãos e afeta tanto nacionais como estrangeiros radicados no país.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Marcelo comenta comparação de Centeno a Ronaldo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou esta quarta-feira a comparação que o ministro das Finanças alemão terá feito entre Mário Centeno e Ronaldo, considerando que "quem quer que disse isso, por uma vez não pensou mal".