sicnot

Perfil

Mundo

Recuperada caixa negra do comboio que descarrilou em Filadélfia

As equipas de investigação recuperaram a caixa negra do comboio de passageiros que descarrilou na terça-feira na cidade norte-americana de Filadélfia, mas as causas do acidente ainda não são conhecidas, divulgaram hesta quarta-feira as autoridades locais.

O acidente ocorreu na terça-feira por volta das 21:30 hora local (2:30 hora de Lisboa) na ligação ferroviária entre Washington/Nova Iorque, uma linha regional bastante movimentada mas que apresenta uma estrutura envelhecida.

O acidente ocorreu na terça-feira por volta das 21:30 hora local (2:30 hora de Lisboa) na ligação ferroviária entre Washington/Nova Iorque, uma linha regional bastante movimentada mas que apresenta uma estrutura envelhecida.

© Lucas Jackson / Reuters

O acidente fez pelo menos seis mortos, segundo um balanço provisório.

O condutor do comboio, que sofreu ferimentos no acidente, "deve ser ou foi interrogado pela polícia", afirmou o presidente da câmara de Filadélfia (oeste dos Estados Unidos), Michael Nutter, em declarações à comunicação social.

O acidente ocorreu na terça-feira por volta das 21:30 hora local (2:30 hora de Lisboa) na ligação ferroviária entre Washington/Nova Iorque, uma linha regional bastante movimentada mas que apresenta uma estrutura envelhecida. 

A bordo do comboio estavam 243 pessoas. Hoje de manhã, as autoridades indicaram que mais de 200 pessoas foram transportadas para o hospital.

"Mas alguns passageiros ainda não foram identificados", indicou um representante da agência federal responsável pelos inquéritos a acidentes de transportes (NTSB), Robert Sumwalt, explicando que algumas pessoas conseguiram sair sozinhas dos respetivos lugares e não foram ainda identificadas.

Segundo o mesmo representante, uma equipa "pluridisciplinar" da NTSB chegou ao local do acidente às primeiras horas do dia. Os investigadores vão examinar, entre outros elementos, as vias, a sinalização, o funcionamento e o estado da mecânica do comboio, bem como o fator humano.

"Pretendemos responder a muitas questões dentro das próximas 24 a 48 horas", precisou Robert Sumwalt, acrescentando que o comboio estava equipado com uma câmara, que capta imagens da frente da composição, e um mecanismo que grava diversos dados, nomeadamente a velocidade do transporte e as ações relacionadas com os travões e o acelerador.

A caixa negra do comboio foi transportada para um laboratório em Delaware (leste), onde será submetida a testes.

O presidente do conselho de administração da empresa de caminhos-de-ferro pública Amtrak, Anthony Coscia, assumiu o compromisso de realizar uma "investigação profunda", acrescentando que a companhia está "profundamente entristecida" com esta tragédia.
Lusa
  • Descarrilamento nos EUA provoca 5 mortos e 59 feridos
    1:50

    Mundo

    Pelo menos 5 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas no descarrilamento de um comboio, onde seguiam mais de duzentos passageiros, em Filadélfia, Estados Unidos. As causas do acidente ainda não são conhecidas mas já estão a ser investigadas.