sicnot

Perfil

Mundo

Três mortos e 865 detidos em mega operação policial na Venezuela

Três mortos e 865 detidas é o balanço provisório da operação policial contra a insegurança nos bairros venezuelanos de San Vicente e El Viñedo, da cidade de Maracay, 100 quilómetros a oeste de Caracas.

Brigada da polícia venezuelana.

Brigada da polícia venezuelana.

© Christian Veron / Reuters

A operação decorreu na quarta-feira com a participação de mais de 2.000 elementos do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas, da Polícia de Arágua e da 42.º Brigada de Infantaria de Paraquedistas.

Segundo fontes policiais, a operação incluiu, várias rusgas e teve lugar na sequência de denúncias da comunidade local e de suspeitas de que, naqueles sítios, residiam os autores de uma série de atentados com explosivos contra as instalações da polícia nas localidades venezuelanas de Villa de Cura e Turmero, ambas a oeste de Caracas.

Os detidos são ainda suspeitos de estarem envolvidos em casos de homicídio, roubo e tráfico ilícito de substâncias estupefacientes e psicotrópicas.

Durante as rusgas, quatro indivíduos foram detidos em flagrante com vários tipos de droga e foram verificados os números de série e os documentos de propriedade de 60 motociclos.

Na Venezuela a insegurança é apontada como uma das principais preocupações dos cidadãos, afetando por igual tanto a cidadãos nacionais como a estrangeiros radicados no país.

Lusa
  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.