sicnot

Perfil

Mundo

Tropas do Presidente detêm três líderes do golpe de Estado no Burundi

As tropas leais ao Presidente do Burundi detiveram esta sexta.feira de manhã pelo menos três líderes do golpe de Estado falhado contra o chefe de Estado Pierre Nkurunziza, avança a AFP.

O porta-voz dos líderes do golpe de Estado, Venon Ndabaneze, confirmou à AFP que os golpistas decidiram render-se quando as tropas aliadas do Presidente o detiveram a ele e a outras duas figuras de destaque. (Arquivo)

O porta-voz dos líderes do golpe de Estado, Venon Ndabaneze, confirmou à AFP que os golpistas decidiram render-se quando as tropas aliadas do Presidente o detiveram a ele e a outras duas figuras de destaque. (Arquivo)

© Stringer . / Reuters

O porta-voz dos líderes do golpe de Estado, Venon Ndabaneze, confirmou à AFP que os golpistas decidiram render-se quando as tropas aliadas do Presidente o detiveram a ele e a outras duas figuras de destaque.

De acordo com a mesma fonte, o Presidente burundinês, Pierre Nkurunziza, não se encontra na capital, Bujumbura, mas sim na sua terra Natal, Ngozi, a cerca de 140 quilómetros da capital do país.
  • Noite de violência no Burundi, Presidente apela à calma

    Mundo

    O Presidente do Burundi continua na capital económica da Tanzânia, num local secreto. Numa comunicação breve no site da presidência e no Twitter, o chefe de Estado apelou à calma da população. A situação em Bujumbura está mais tranquila, mas às primeiras horas  do dia ainda se ouviam tiros na capital. Durante a noite, as rádios privadas e a principal televisão independente do Burundi foram alvo de ataques de apoiantes do Presidente. 

  • Três militantes morreram após tentativa de golpe de Estado no Burundi
    1:28

    Mundo

    Pelo menos três militantes morreram esta quinta-feira, em confrontos na capital do Burundi. O país africano foi alvo de um golpe de Estado na quarta-feira, mas mais de 24 horas depois do anúncio da destituição do Presidente, por parte das forças da oposição, continua a não ser claro quem detém o poder. A situação é cada vez mais preocupante.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".