sicnot

Perfil

Mundo

Cruz Vermelha eleva pedido de ajuda ao Nepal para 81 milhões

A Cruz Vermelha reviu hoje em alta, para 81 milhões de euros, o apelo para ajudar a financiar as suas operações no Nepal, atingido por dois terramotos que fizeram cerca de 8.500 mortos e deixaram milhares de desalojados.

Nepal, 25 de abril de 2015: Cerca de 8.900 pessoas morreram num violento sismo de magnitude 7,8 na escala aberta de Richter, seguido de outro tremor de terra de magnitude 7,3 a 12 de maio.

Nepal, 25 de abril de 2015: Cerca de 8.900 pessoas morreram num violento sismo de magnitude 7,8 na escala aberta de Richter, seguido de outro tremor de terra de magnitude 7,3 a 12 de maio.

© Ahmad Masood / Reuters

A organização humanitária adiantou que foi obrigada a rever a previsão inicial de cerca de 31 milhões de euros, depois de um novo sismo com uma magnitude de 7,3 ter atingido o país na terça-feira, desencadeando uma vaga de pânico em Katmandu e devastando aldeias perdidas nas montanhas.

O segundo terramoto "exacerbou a situação" inicial e afetou zonas que não tinham sido afetadas anteriormente, declarou Elhadj As Sy, secretário-geral da Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

As organizações humanitárias estão empenhadas numa corrida contra o tempo para fornecer abrigo e assistência às vítimas dos terramotos antes que a monção, iminente, provoque deslizamentos de terra e bloqueie o acesso às aldeias mais isoladas dos Himalaias.

"Trabalhamos em modo de emergência absoluta", explicou As Sy. "Não importa o que pensam do que fazemos, porque não é o suficiente, tendo em conta o âmbito e a escala do problema que enfrentamos", acrescentou.

Criticado pela sua gestão da crise, o governo nepalês reconheceu ter sido ultrapassado pela magnitude do primeiro abalo de magnitude 7,8, em 25 de Abril, o mais mortal a atingir o país em 80 anos.






Lusa
  • Circulação retomada na A23, mais de 1.600 operacionais no combate às chamas

    País

    A circulação rodoviária na A23 foi completamente restabelecida ao início da manhã depois de ter estado cortada por causa dos incêndios que, no total, mobilizam mais de 1.600 operacionais e contam com reforço espanhol. Nos vários fogos que atingem o país estão 1.648 operacionais no terreno, apoiados por mais de 500 viaturas e 15 meios aéreos.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.