sicnot

Perfil

Mundo

Cruz Vermelha eleva pedido de ajuda ao Nepal para 81 milhões

A Cruz Vermelha reviu hoje em alta, para 81 milhões de euros, o apelo para ajudar a financiar as suas operações no Nepal, atingido por dois terramotos que fizeram cerca de 8.500 mortos e deixaram milhares de desalojados.

Nepal, 25 de abril de 2015: Cerca de 8.900 pessoas morreram num violento sismo de magnitude 7,8 na escala aberta de Richter, seguido de outro tremor de terra de magnitude 7,3 a 12 de maio.

Nepal, 25 de abril de 2015: Cerca de 8.900 pessoas morreram num violento sismo de magnitude 7,8 na escala aberta de Richter, seguido de outro tremor de terra de magnitude 7,3 a 12 de maio.

© Ahmad Masood / Reuters

A organização humanitária adiantou que foi obrigada a rever a previsão inicial de cerca de 31 milhões de euros, depois de um novo sismo com uma magnitude de 7,3 ter atingido o país na terça-feira, desencadeando uma vaga de pânico em Katmandu e devastando aldeias perdidas nas montanhas.

O segundo terramoto "exacerbou a situação" inicial e afetou zonas que não tinham sido afetadas anteriormente, declarou Elhadj As Sy, secretário-geral da Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

As organizações humanitárias estão empenhadas numa corrida contra o tempo para fornecer abrigo e assistência às vítimas dos terramotos antes que a monção, iminente, provoque deslizamentos de terra e bloqueie o acesso às aldeias mais isoladas dos Himalaias.

"Trabalhamos em modo de emergência absoluta", explicou As Sy. "Não importa o que pensam do que fazemos, porque não é o suficiente, tendo em conta o âmbito e a escala do problema que enfrentamos", acrescentou.

Criticado pela sua gestão da crise, o governo nepalês reconheceu ter sido ultrapassado pela magnitude do primeiro abalo de magnitude 7,8, em 25 de Abril, o mais mortal a atingir o país em 80 anos.






Lusa
  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.