sicnot

Perfil

Mundo

Nepal espera angariar dois mil milhões de dólares para reconstrução

O primeiro-ministro nepalês lançou hoje um apelo visando angariar dois mil milhões de dólares para um fundo de reconstrução do país, devastado por dois violentos sismos que fizeram mais de 8.500 mortos.

© Ahmad Masood / Reuters

"O nosso objetivo é recolher dois mil milhões de dólares. O Governo orçamentou 200 milhões de dólares para criar o fundo e apela aos doadores e ao setor privado para fazerem as suas contribuições", declarou o primeiro-ministro, Sushil Koirala.

O executivo nepalês, no poder há um ano, foi muito criticado por ter demorado a reagir após o sismo de magnitude 7,8 na escala de Richter ocorrido a 25 de abril, seguido de outro de magnitude 7,3, a 12 de maio, que arrasaram as infraestruturas de um país pobre e destruíram milhares de casas.

"A reabilitação e a reconstrução são muito importantes para nós, e esperamos que os nossos amigos venham generosamente em nosso socorro", acrescentou o primeiro-ministro.

Mais de 20 países participaram nas operações de resgate e assistência desde o primeiro sismo, enviando para o Nepal profissionais de saúde e ajuda humanitária.

Mas a ONU anunciou este mês ter recebido apenas 22 milhões de dólares em resposta ao seu apelo para 415 milhões de dólares.

A Cruz Vermelha sublinhou no sábado que está "ainda a trabalhar em modo de emergência absoluta" no Nepal e reviu em alta o seu apelo para donativos, de 35 para 93 milhões de dólares, explicando que o segundo sismo "agravou a situação" dramática desencadeada pelo primeiro.

Várias outras agências humanitárias alertaram também para a situação dos nepaleses, que corre o risco de piorar à medida que se aproxima a época das monções, cujas chuvas torrenciais deverão provocar deslizamentos de terras e isolar ainda mais aldeias. 





Lusa
  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.