sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 190 detidos após tiroteio entre motoqueiros no Texas

Mais de 190 pessoas foram detidas na sequência do tiroteio que no domingo envolveu dois grupos de motoqueiros rivais e fez nove mortos em Waco, no Texas, informou esta segunda-feira a polícia.

A rixa, que começou numa casa-de-banho do restaurante Twin Peaks Sports Bar and Grill e depois se estendeu ao parque de estacionamento, envolveu membros de pelo menos cinco grupos armados com bastões, facas, correntes e armas de fogo. (Arquivo)

A rixa, que começou numa casa-de-banho do restaurante Twin Peaks Sports Bar and Grill e depois se estendeu ao parque de estacionamento, envolveu membros de pelo menos cinco grupos armados com bastões, facas, correntes e armas de fogo. (Arquivo)

© Handout . / Reuters

A rixa, que começou numa casa-de-banho do restaurante Twin Peaks Sports Bar and Grill e depois se estendeu ao parque de estacionamento, envolveu membros de pelo menos cinco grupos armados com bastões, facas, correntes e armas de fogo.

Nove pessoas morreram e, segundo a imprensa local, pelo menos 18 ficaram feridas. 

"Cento e noventa e dois indivíduos estão a ser detidos esta manhã em relação com o tiroteio no Twin Peaks", informou a polícia de Waco num comunicado. "Todos vão ser acusados de envolvimento no crime organizado". 

O restaurante vai permanecer fechado por pelo menos sete dias, informou também.

"Em 34 anos na polícia este é o cenário de crime mais violento que alguma vez vi. Há sangue por todo o lado", disse o sargento Patricki Swanton ao jornal Waco Tribune Herald.

"A cinco ou seis metros de distância havia famílias. Este é o pior tiroteio que tivemos na cidade", acrescentou, precisando que a polícia recolheu mais de 100 armas de fogo no local.

Entre os detidos há membros dos grupos de 'motards' "Cossacks", "Scimitars" e "Bandidos".

Waco é uma cidade do centro do Texas com uma população de cerca de 130.000.

A cidade esteve nas primeiras páginas em 1993 depois do ataque da polícia federal a um edifício da seita religiosa dos "davidianos", que se saldou na morte de 80 pessoas, incluindo crianças.
Lusa
  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.