sicnot

Perfil

Mundo

Madre Teresa de Calcutá pode ser santificada em 2016

A madre Teresa de Calcutá (1910-1997) será proclamada santa em setembro do próximo ano, noticiaram esta terça-feira 'media' italianos, que citam um responsável do Vaticano.

A religiosa, uma das mais conhecidas e populares no mundo cristão, recebeu o prémio Nobel da Paz em 1979 e foi beatificada por João Paulo II a 19 de outubro de 2003, numa cerimónia em Roma que reuniu 300 mil fiéis. (Arquivo)

A religiosa, uma das mais conhecidas e populares no mundo cristão, recebeu o prémio Nobel da Paz em 1979 e foi beatificada por João Paulo II a 19 de outubro de 2003, numa cerimónia em Roma que reuniu 300 mil fiéis. (Arquivo)

AP

O presidente do Conselho Pontifício para a promoção da nova evangelização, arcebispo Salvatore Fisichella, afirmou que o papa Francisco vai canonizar a religiosa a 4 de setembro do próximo ano, durante uma reunião com as autoridades de Roma para a preparação do "Jubileu da Misericórdia", entre dezembro deste ano e novembro de 2016.  

O padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, declarou que a canonização ainda não foi aprovada, "sendo ainda prematuro falar numa data concreta para a canonização".  

A Igreja Católica tem previsto comemorar a "memória da beata Teresa de Calcutá" a 5 de setembro de 2016, no âmbito do programa de eventos do Jubileu, um dia depois da data referida por Fisichella.  

Nascida numa família albanesa na Macedónia, a religiosa fundou em 1950 as Missionárias da Caridade e, durante mais de 40 anos, dedicou-se aos pobres, doentes e moribundos, nomeadamente em Calcutá, na Índia. 

A religiosa, uma das mais conhecidas e populares no mundo cristão, recebeu o prémio Nobel da Paz em 1979 e foi beatificada por João Paulo II a 19 de outubro de 2003, numa cerimónia em Roma que reuniu 300 mil fiéis. 

A beatificação é o primeiro passo para a santidade. 

Os críticos acusaram a religiosa de tentar impor o catolicismo aos mais vulneráveis e a académica australiana Germaine Greer apelidou-a de "imperialista religiosa". 
Lusa
  • Sociedade das Nações

    "As Missionárias da Caridade estão a tentar manter-se fiéis à visão da Madre Teresa" diz o padre Brian Kolodiejchuk. O continuador da obra da Madre Teresa de Calcutá lembra que a visão inicial nunca foi orientada no sentido de "uma instituição grande, mas num auxílio focado nas pessoas que estão a receber a ajuda". "O objectivo é prestar uma ajuda imediata e eficaz", afirma o convidado do Sociedade das Nações.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.