sicnot

Perfil

Mundo

Marrocos detém 52 pessoas que procuravam chegar a Espanha a nado

As forças de segurança marroquinas detiveram hoje no norte do país 52 pessoas que pretendiam chegar clandestinamente, a nado, a Espanha, informaram fonte do governo civil de Tanger.

AP

Segundo estas fontes, citadas pela agência noticiosa marroquina MAP, estas 52 pessoas estavam divididas em seis grupos e foram detidas em diferentes pontos da costa do Estreito, que se estende de Tanger até Castillejos, a sul de Ceuta.

Os seis grupos tinham "meios para nadar" e foram detidos graças ao dispositivo de segurança mobilizado para o litoral marroquino, acrescentaram as mesmas fontes. 

No último sábado, as autoridades marroquinas intercetaram cinco embarcações, também na costa do estreito, em que viajavam 93 pessoas. 

Nas últimas semanas, e com a chegada do calor, estão a multiplicar-se as saídas por barco, devido também a que o assalto às valas fronteiriças de Ceuta e Melilla é cada vez mais complicado perante o reforço destas e a cooperação da polícia marroquina no seu controlo. 

Marrocos legalizou em finais de 2014 mais de 17 mil imigrantes, mas esta decisão não reduziu o elevado número de migrantes da África subsariana que consideram Marrocos como ponto de passagem na sua marcha para a Europa. 






Lusa
  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.