sicnot

Perfil

Mundo

Marrocos detém 52 pessoas que procuravam chegar a Espanha a nado

As forças de segurança marroquinas detiveram hoje no norte do país 52 pessoas que pretendiam chegar clandestinamente, a nado, a Espanha, informaram fonte do governo civil de Tanger.

AP

Segundo estas fontes, citadas pela agência noticiosa marroquina MAP, estas 52 pessoas estavam divididas em seis grupos e foram detidas em diferentes pontos da costa do Estreito, que se estende de Tanger até Castillejos, a sul de Ceuta.

Os seis grupos tinham "meios para nadar" e foram detidos graças ao dispositivo de segurança mobilizado para o litoral marroquino, acrescentaram as mesmas fontes. 

No último sábado, as autoridades marroquinas intercetaram cinco embarcações, também na costa do estreito, em que viajavam 93 pessoas. 

Nas últimas semanas, e com a chegada do calor, estão a multiplicar-se as saídas por barco, devido também a que o assalto às valas fronteiriças de Ceuta e Melilla é cada vez mais complicado perante o reforço destas e a cooperação da polícia marroquina no seu controlo. 

Marrocos legalizou em finais de 2014 mais de 17 mil imigrantes, mas esta decisão não reduziu o elevado número de migrantes da África subsariana que consideram Marrocos como ponto de passagem na sua marcha para a Europa. 






Lusa
  • Hoje é notícia

    País

    A Direção-Geral do Orçamento divulga a síntese de execução orçamental em contas públicas do primeiro trimestre, sendo que o Governo pretende reduzir o défice para 0,7% do PIB em contabilidade nacional em 2018. O secretário-geral do PS, António Costa, apresenta a moção de orientação política que irá levar ao congresso do partido, marcado para maio. O BCE deverá deixar as taxas de juro inalteradas na reunião de política monetária de hoje, em Frankfurt.

  • O portal onde pode consultar certidões e outros documentos sem sair de casa
    7:37
  • Presidente da Comunidade de Madrid demite-se depois da divulgação de vídeo de roubo
    1:27