sicnot

Perfil

Mundo

Derramados 80.000 litros de petróleo para o mar nos EUA

Cerca de 80.000 litros de petróleo foram vertidos para o oceano Pacífico esta terça-feira na Califórnia (EUA), na sequência de uma rutura num oleoduto, tendo sido levadas a cabo operações de controlo e limpeza.

© Lucy Nicholson / Reuters

A fuga ocorreu por volta do meio-dia de terça-feira (20:00 em Lisboa) e causou um derrame que se estendeu por mais de seis quilómetros no mar, a partir das costas do parque Refugio State Beach, nas imediações de Santa Bárbara, informou a guarda-costeira em comunicado.

Para o local foram destacados serviços de emergência locais, estatais e federais para proceder ao controlo e limpeza, tendo sido aberta uma investigação para determinar a causa da rotura do oleoduto.

Trata-se de um oleoduto operado pela empresa Plains All-American Pipeline, que transporta petróleo ao largo da costa do Pacífico em Califórnia.

Na sequência do derrame, o parque Refugio State Beach foi encerrado ao público e alertados os banhistas nas praias mais próximas. 


Lusa
  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.