sicnot

Perfil

Mundo

Polícia italiana detém suspeito de ligação ao ataque a museu na Tunísia

A polícia italiana deteve esta quarta-feira um cidadão marroquino, suspeito de ter estado envolvido no ataque ao museu Bardo, na Tunísia, em março.

Touil Abdelmajid, de 22 anos, conhecido por Abdullah, foi detido na região de Milão, no norte de Itália, onde viviam a própria mãe e dois irmãos.

Touil Abdelmajid, de 22 anos, conhecido por Abdullah, foi detido na região de Milão, no norte de Itália, onde viviam a própria mãe e dois irmãos.

AP

Touil Abdelmajid, de 22 anos, conhecido por Abdullah, foi detido na região de Milão, no norte de Itália, onde viviam a própria mãe e dois irmãos. 

De acordo com as autoridades, o suspeito era alvo de buscas internacionais há dois meses - desde o dia em que 22 pessoas foram mortas no museu, na capital da Tunísia. 

As vítimas eram, na maioria, turistas, alguns deles italianos. Um polícia foi também morto no ataque.

A investigação esteve a cargo do departamento anti-terrorismo da policia italiana e contou com a colaboração dos serviços de inteligência de vários países.
 
O suspeito terá chegado a Itália em fevereiro, numa embarcação de imigrantes.

As autoridades tunisinas acreditam que Abdelmajid teve um papel ativo, quer na planificação, quer no próprio ataque ao museu Bardo, em Tunes, no dia 18 de março, nomeadamente no recrutamento de extremistas islâmicos que levaram a cabo o atentado.

A justiça ainda não decidiu se o suspeito vai ser julgado em Itália ou extraditado para a Tunísia.
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11