sicnot

Perfil

Mundo

Polícias envolvidos na morte de jovem de Baltimore vão ser julgados

O procurador-geral de Baltimore, Estados Unidos, anunciou hoje que o juiz de instrução confirmou a maior parte das acusações contra os seis polícias envolvidos na morte do jovem Freddie Gray em abril.

© Shannon Stapleton / Reuters

Segundo o procurador-geral, o início do processo judicial foi marcado para 02 de julho, depois de o juiz ter encontrado base para acusar os seis polícias de Baltimore.

Freddie Gray, um jovem afro-americano de 25 anos, morreu a 19 de abril, uma semana depois da sua detenção, na sequência de lesões na coluna vertebral. 

Violentos distúrbios ocorreram no dia do funeral do jovem e as autoridades estaduais decretaram o estado de emergência e um recolher obrigatório.

Gray foi detido a 12 de abril quando, ao estabelecer contacto visual com agentes da polícia, começou a correr.

Os agentes detiveram Gray e encontraram uma navalha num dos bolsos das calças do jovem. 

Já detido, o jovem foi transportado numa carrinha policial, onde terá sofrido uma lesão cervical, que acabou por determinar a sua morte uma semana depois. Seis agentes da polícia foram suspensos.

Freddie Gray transformou-se num novo símbolo, como já tinha acontecido com o adolescente afro-americano Michael Brown (morto a tiro por um polícia em Ferguson, Missouri) no verão de 2014, da violência policial e da atitude de desconfiança que existe entre as forças policiais e as minorias nos Estados Unidos.


Lusa
  • Os motins de Baltimore
    22:48

    Sociedade das Nações

    Allan Katz, professor de Ciência Política na Universidade de Kansas City, analisa os episódios de violência urbana que se têm vivido nos Estados Unidos e as questões que se colocam sobre a relação entre as autoridades policiais e a população afro-americana. A corrida eleitoral às presidenciais americanas de 2016 é outro dos temas em destaque nesta entrevista.

  • Baltimore em estado de emergência após confrontos com polícia
    4:47

    Mundo

    Foi declarado estado de emergência em Baltimore, nos Estados Unidos, para restaurar a ordem na cidade do Estado de Maryland. Registaram-se violentos confrontos entre a polícia e dezenas de manifestantes depois do funeral de um jovem negro que morreu no dia 19 quando estava sob custódia policial. Pelo menos 15 polícias ficaram feridos e mais de 20 pessoas foram detidas.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.