sicnot

Perfil

Mundo

Confrontos entre polícias e civis armados causam 42 mortos no México

Confrontos entre civis armados e agentes da polícia causaram hoje a morte de 42 pessoas, no ocidente do México, uma região que é palco de violência associada ao tráfico de drogas, disse fonte governamental à AFP. 

Lusa

O tiroteio ocorreu durante a manhã no município de Tanhuato, no Estado de Michoacan, e o balanço das mortes - entre civis e polícias - é apenas "preliminar", disse aquela fonte, sob anonimato e sem mais detalhes.

Tanhuato está próximo de Yurecuaro, a cidade onde um antigo líder de vigilantes, que concorria à autarquia, foi morto durante a campanha na semana passada. 

Os agricultores formaram grupos de vigilantes em Michoacan, em 2013, para expulsar o cartel de traficantes designado Cavaleiros Templários, que tem sido enfraquecido com detenções dos seus principais líderes. 

Tanhuato também está próximo da fronteira com o Estado de Jalisco, onde outro cartel de traficantes, o Nova Geração, tem tido confrontos com as forças de segurança, que se têm saldado por vários mortos. 






Lusa
  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".