sicnot

Perfil

Mundo

Espanha vota hoje para as municipais e autonómicas

Quase 35 milhões de eleitores em Espanha, entre os quais 20 mil portugueses, vão hoje às urnas para votar nas eleições municipais e autonómicas espanholas, num novo teste à força de partidos emergentes, como o Podemos e o Ciudadanos. Quase 58 mil mesas de voto em toda a Espanha abriram às 9:00 de hoje (8:00 em Lisboa) e estarão abertas até às 20:00 (19:00).

© Andrea Comas / Reuters

As eleições de hoje incluem não só as municipais - nas quais poderão votar 34,5 milhões de espanhóis e 463,6 mil estrangeiros residentes em Espanha -, mas também eleições autonómicas em 13 das 17 comunidades.

As comunidades autónomas que vão escolher novo governo regional são: Aragão, Principado de Astúrias, Ilhas Baleares, Canárias, Cantábria, Castilla-La Mancha, Castilla e Leão, Comunidade Valenciana, Extremadura, Comunidade de Madrid, Região de Múrcia, Comunidade Foral de Navarra e La Rioja.

Segundo as sondagens, o Partido Popular (PP, no poder) espanhol, à frente de 11 destas 13 regiões - exceção para Navarra (UPN) e Principado das Astúrias (PSOE) - é a formação que mais sofre com a entrada em força dos partidos emergentes Podemos e Ciudadanos.

Em Castilla-La Mancha, por exemplo, os analistas preveem o fim do bipartidarismo absoluto que dura há mais de 30 anos (entre o PP e o PSOE). Os "populares" deverão manter a comunidade, à frente do PSOE, mas com o Ciudadanos a obter 17,6% dos votos e o Podemos 12,6%. 

O cenário de erosão do bipartidarismo do PP e do PSOE também se aplica à Extremadura. Se em 2011, os extremenhos dividiram o seu voto por três formações - dando a vitória ao PP, à frente do PSOE e, a larga distância, os comunistas da Izquierda Unida -, agora deverão ser cinco (com o Podemos e o Ciudadanos) as formações com representação no governo regional. 

Caso se confirmem as sondagens, o Podemos "rouba" oito deputados regionais ao PSOE e o Ciudadanos (centro-direita) tira sete ao PP.

Estas eleições permitirão a todos os partidos e à sociedade espanhola retirar conclusões quanto às eleições gerais (legislativas) que se realizam no final do ano (mas ainda sem data marcada).



Lusa
  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.