sicnot

Perfil

Mundo

Líder do Podemos declara "o princípio do fim do bipartidarismo"

O secretário-geral do Podemos, Pablo Iglesias, considerou que os resultados das eleições municipais e autonómicas que decorreram este domingo em Espanha "representam o início do fim do bipartidarismo" no país.

"Esta é uma noite mágica, uma noite histórica em que os resultados apontam para uma mudança em Espanha. Temos muito orgulho e muita honra em ter sido a alavanca desse 'cambio' [mudança] ", disse Pablo Iglesias, numa primeira reação aos resultados das eleições.

"Esta é uma noite mágica, uma noite histórica em que os resultados apontam para uma mudança em Espanha. Temos muito orgulho e muita honra em ter sido a alavanca desse 'cambio' [mudança] ", disse Pablo Iglesias, numa primeira reação aos resultados das eleições.

Emilio Naranjo / Lusa

"Esta é uma noite mágica, uma noite histórica em que os resultados apontam para uma mudança em Espanha. Temos muito orgulho e muita honra em ter sido a alavanca desse 'cambio' [mudança] ", disse Pablo Iglesias, numa primeira reação aos resultados das eleições.

Com a quase totalidade dos votos das municipais escrutinados (as autonómicas são da responsabilidade de cada governo regional), o PP é o partido mais votado, seguido dos socialistas do PSOE, mas ambos perdendo muitos votos face à votação de 2011, em especial para os emergentes Podemos e Ciudadanos. 

Com poucos votos por contar em Madrid, a candidata apoiada pelo Podemos, Manuela Carmena, estava a 30 mil votos de Esperanza Aguirre, a candidata do PP, partido que domina a capital espanhola desde há 24 anos.

"Tal como em muitos outros processos, esta mudança produz-se primeiro nas grandes cidades", disse Iglesias, antes de referir que "esta noite representa o princípio do fim do bipartidarismo" do PP e do PSOE.

Os dois maiores partidos, avaliou Pablo Iglesias, "obtiveram um dos piores resultados da sua história".

"Obviamente, queríamos que o desgaste dos partidos velhos tivesse sido mais rápido, mas assumimos com muito gosto o desafio de ganhar as eleições gerais ao Partido Popular", afirmou o líder do Podemos, numa declaração aos jornalistas sem direito a perguntas.

As eleições gerais (legislativas) em Espanha decorrerão no final do ano, numa data ainda por anunciar por parte do Governo de Mariano Rajoy (PP).

Lusa
  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31