sicnot

Perfil

Mundo

PP vence mas perde maioria nas comunidades regionais espanholas

As eleições regionais deste domingo, em Espanha, ditaram o fim da maioria absoluta do Partido Popular nas regiões. Apesar de ter sido o partido mais votado a nível nacional, o PP perdeu mais de dois milhões de votos em relação a 2011. 

O momento da votação do primeiro-ministro e líder do PP espanhol, Mariano Rajoy.

O momento da votação do primeiro-ministro e líder do PP espanhol, Mariano Rajoy.

JUAN CARLOS HIDALGO / Lusa

Também o PSOE, que se mantém como segunda força política, perdeu cerca de 775 mil votos.

Os movimentos emergentes ganham preponderância neste cto eleitoral. Em Barcelona, a coligação, que inclui o Podemos, ganhou a Câmara da cidade. O secretário-geral do partido falou numa "noite histórica" e no "princípio do fim do bipartidarismo" em Espanha.

Também em Madrid, a luta esteve renhida. A candidata apoiada pelo Podemos, Manuela Carmena, ficou muito próxima de Esperanza Aguirre, a candidata do PP, partido que domina a capital espanhola há 24 anos, mas que também perdeu a maioria que detinha.

O Ministério do Interior registou uma participação a rondar os 50%, ligeiramente superior à das eleições regionais de há quatro anos.
  • Espanha vota hoje para as municipais e autonómicas

    Mundo

    Quase 35 milhões de eleitores em Espanha, entre os quais 20 mil portugueses, vão hoje às urnas para votar nas eleições municipais e autonómicas espanholas, num novo teste à força de partidos emergentes, como o Podemos e o Ciudadanos. Quase 58 mil mesas de voto em toda a Espanha abriram às 9:00 de hoje (8:00 em Lisboa) e estarão abertas até às 20:00 (19:00).

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".