sicnot

Perfil

Mundo

Fukushima termina refinação de água radioativa armazenada nos tanques

A proprietária da acidentada central atómica de Fukushima, no Japão, terminou a refinação das 620.000 toneladas de água radioativa armazenadas nos tanques, o que constitui um dos principais desafios para desmantelá-la, afirmou hoje a empresa. 

© POOL New / Reuters

Deste modo, todo o estrôncio (elemento químico) da água que esteve armazenada durante anos nos tanques das instalações foi eliminado, o que reduz bastante o nível de radiação em redor da central e também os riscos de contaminação caso haja fugas nos contentores, explicou a empresa à agência noticiosa Efe.


De todas as substâncias nocivas daquela água, o estrôncio é o isótopo que contribui em maior medida para o aumento da radiação no meio ambiente.


A empresa indicou que, mesmo assim, 30% das 620.000 toneladas ainda requerem um tratamento adicional para eliminar outros isótopos menos perigosos.


A Tokyo Electric Power (TEPCO), empresa propriétaria de Fukushima, tinha previsto a eliminação de todo o estrôncio em março deste ano, mas uma série de avarias atrasou a conclusão do processo.


Toda esta água, gerada durante o processo para esfriar rapidamente os reatores após a ocorrência do terramoto e posterior tsunami de 2011, foi um enorme quebra-cabeças para a TEPCO, devido às contínuas fugas nos tanques e outros problemas.


A fuga mais grave teve lugar no verão de 2013, quando, aproximadamente, mil destes tanques deixaram escapar 300 toneladas de líquido altamente radioativo. 


O acontecimento foi classificado pela Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) e pelas autoridades japonesas com nível 3 na Escala Internacional de Eventos Nucleares (INES), cujo máximo de gravidade é 7.


Em qualquer caso, a TEPCO ainda deve continuar a tratar as 400 toneladas de água contaminada que a central gera diariamente.


Esta quantidade de água é a soma das filtragens do refrigerador que é usado para manter os reatores atómicos frios e do fluxo dos aquíferos naturais que penetra nas caves dos edifícios que os alojam.


A elétrica quer corrigir esta acumulação de água nas caves com um procedimento que ainda está em preparação e que consiste em congelar o subsolo em torno destas construções. 



Lusa
  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.