sicnot

Perfil

Mundo

Ataques contra Ucrânia continuam apesar da trégua, afirma NATO

Um dos principais responsáveis da NATO afirmou hoje em Kiev que "ataques constantes" contra a "integridade territorial" da Ucrânia continuam a ocorrer, apesar do cessar-fogo em vigor.

reuters

"Estamos todos bem conscientes dos formidáveis desafios" que a Ucrânia enfrenta, nomeadamente os ataques contra a sua integridade territorial, disse Terry Thrasyvoulos, adjunto do secretário-geral da Aliança.

"A NATO mantém-se fiel ao seu compromisso: ajudar a Ucrânia a reformar os setores da Defesa e da Segurança", acrescentou o responsável, que falava numa reunião do grupo de trabalho NATO-Ucrânia.

Thrasyvoulos, diretor para os assuntos políticos e de segurança da NATO, considerou que a situação de conflito no país prejudica a capacidade de Kiev para modernizar as suas Forças Armadas com vista a uma futura adesão à aliança militar ocidental.

O conflito entre separatistas pró-russos e o exército ucraniano já fez mais de 6.200 mortos. Um cessar-fogo em vigor no leste da Ucrânia desde meados de fevereiro é regularmente violado por ambas as partes em conflito.