sicnot

Perfil

Mundo

Tony Blair renuncia ao posto no Quarteto para o Médio Oriente

O ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair demitiu-se esta quarta-feira do cargo que desempenhava como emissário do Quarteto para o Médio Oriente, que pertence às Nações Unidas.

Blair renunicou ao posto que assumia há oito anos e a demissão tem efeito a partir de junho. (Arquivo)

Blair renunicou ao posto que assumia há oito anos e a demissão tem efeito a partir de junho. (Arquivo)

© Stefan Wermuth / Reuters

Blair renunicou ao posto que assumia há oito anos e a demissão tem efeito a partir de junho.

Tony Blair informou por escrito, e de modo formal, o secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon.

O antigo primeiro-ministro britânico era há muito criticado pela falta de avanço nas negociações e era acusado de manter uma má relação com a Autoridade Palestiniana.

O Quarteto para o Médio Oriente é composto pelos Estados Unidos, Rússia, União Europeia e Nações Unidas. Existe há 13 anos e tem como função mediar o processo de paz entre Israelitas e palestinianos.