sicnot

Perfil

Mundo

Dalai lama insta Suu Kyi a agir em relação aos rohingyas na Birmânia

 O dalai lama instou a Nobel da Paz Aung San Suu Kyi a fazer mais para ajudar a minoria muçulmana rohingya, perseguida na Birmânia, numa altura em que se agrava a crise migratória regional.

© Scanpix Denmark / Reuters

Apesar dos milhares de rohingyas que têm fugido em barcos para o sudeste asiático para escapar à pobreza e discriminação na Birmânia, um país de maioria budista, Suu Kyi, líder da oposição, ainda não se pronunciou.

Observadores têm atribuído o silêncio de Aung San Suu Kyi à proximidade das eleições legislativas, previstas para o final do ano.

O líder espiritual budista defende que Suu Kyi deve falar, sublinhado que já lhe dirigiu este apelo pessoalmente duas vezes desde 2012, quando violência sectária no estado de Rakhine eclodiu entre rohingyas e budistas. 

"É muito triste. No caso birmanês, espero que Aung San Suu Kyi, como laureada Nobel, possa fazer alguma coisa", disse ao jornal The Australian.

"Encontrei-a duas vezes, primeiro em Londres e depois na República Checa. Mencionei este problema e ela disse-me que encontrou dificuldades, que as coisas não eram simples, mas complicadas. Mas, apesar disso, sinto que ela pode fazer alguma coisa", afirmou.
  • Obama e Dalai Lama juntos em Washington
    1:06

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o líder espiritual tibetano exilado Dalai Lama estiveram, hoje, juntos num evento religioso em Washington mas não chegaram a ter um encontro formal. Obama discursou sobre a liberdade religiosa. Saudou o monge budista que estava na plateia e chamou Dalai Lama de "bom amigo", afirmando que é um exemplo poderoso do que significa praticar a compaixão. O evento está a ser acompanhado pela China, que está contra qualquer interação entre políticos e o líder espiritual tibetano.

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.