sicnot

Perfil

Mundo

Guarda costeira italiana resgata 200 migrantes ao largo de Sicília

A guarda costeira italiana resgatou esta quinta-feira cerca de 200 migrantes, incluindo nove crianças, ao largo da costa da Sicília.

As autoridades dizem que a embarcação navegava em condições precárias, a cerca de 200 quilómetros da localidade portuária de Augusta. (Arquivo)

As autoridades dizem que a embarcação navegava em condições precárias, a cerca de 200 quilómetros da localidade portuária de Augusta. (Arquivo)

© Yannis Behrakis / Reuters

Os migrantes estavam a bordo de um barco de pesca. As autoridades dizem que a embarcação navegava em condições precárias, a cerca de 200 quilómetros da localidade portuária de Augusta.

Este resgate acontece numa altura em que a União Europeia tenciona pôr em prática um plano para distribuir, por outros estados-membros, 40 mil migrantes que, nas últimas semanas, têm chegado às costas de Itália e da Grécia.

Os migrantes são oriundos, sobretudo, do Norte de África, Ásia e do Médio Oriente. Este plano não agrada ao Reino Unido, que já disse que não irá participar, assim como vários países já vieram dizer que esse acolhimento deve ser voluntário.
  • Resgate de mais de 300 migrantes no Mediterrâneo
    2:08
  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01