sicnot

Perfil

Mundo

Japão proíbe carne crua de porco nos seus restaurantes

O Japão decidiu proibir que os restaurantes sirvam carne crua de porco, incluindo especialidades muito apreciadas, como o sashimi de fígado de porco, devido aos riscos de hepatite E e infeções parasitárias a que estão expostos os consumidores.

© Toru Hanai / Reuters

Segundo detalham hoje os meios de comunicação locais, a proibição entrará em vigor em meados de junho e exigirá aos estabelecimentos que esterilizem a carne mediante tratamentos de calor.

O Ministério da Saúde japonês manifestou-se especialmente preocupado com o aumento do consumo de fígado de porco depois da proibição em 2012 do fígado de vaca, após uma série de intoxicações graves no Japão.

As autoridades consideram que o consumo de carne crua de porco é a causa do aumento de casos de hepatite E - 146 em 2014 depois de 55 em 2011.

Já nos restaurantes de 'yakiniku', onde os clientes é que confecionam os alimentos, numa panela instalada na sua mesa, a lei obriga os proprietários a advertir de forma visível os clientes para os riscos de uma carne mal cozinhada.

Quem não cumprir a lei está sujeito a penas de prisão até dois anos e a multas de dois milhões de ienes - cerca de 14.770 euros.


  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15