sicnot

Perfil

Mundo

Tabaco pode matar mil milhões durante o século XXI

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou hoje que o consumo de tabaco e derivados pode causar a morte de mil milhões de pessoas durante o século XXI, dez vezes mais que os 100 milhões registados no século passado. 

© Reuters Photographer / Reuter

Citada pela Rádio da Organização das Nações Unidas (ONU), a OMS afirma que a "epidemia" do tabaco "é uma das piores ameaças globais de saúde pública, e mata 6 milhões de pessoas anualmente".

Segundo a agência da ONU, "se nada for feito, o número de mortes por ano deve chegar aos oito milhões até 2030".

O alerta foi dado a poucos dias do Dia Mundial sem Tabaco, comemorado a 31 de maio, cujo foco este ano é o combate ao comércio ilegal dos produtos derivados do tabaco.

A OMS calcula que "um em cada 10 cigarros consumidos no mundo" seja ilegal, sendo estes produtos vendidos a preços "muito mais baixos, consequentemente aumentando o consumo".

"Aproximadamente 80% de um total de mil milhões de fumadores" vivem em países de baixo ou médio Produto Interno Bruto 'per capita', onde a proporção de mortes relacionadas com o tabaco é "muito maior".

A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, apelou a que os países assinem o Protocolo para Eliminar o Comércio Ilegal de Produtos de Tabaco, que determina a criação de "um sistema de rastreamento dos produtos e a imposição de sanções penais contra os responsáveis pelo comércio ilegal", criminalizando a produção ilegal e o contrabando.

Apenas oito países ratificaram até hoje o documento, sendo necessárias 40 ratificações para que este entre em vigor e se torne lei internacional.








Lusa
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.