sicnot

Perfil

Mundo

Bélgica investiga alegada espionagem alemã

A Bélgica iniciou uma investigação depois das revelações sobre alegada espionagem conduzida pelos serviços secretos alemães, que se terá registado nos últimos anos em vários países Europeus, anunciaram hoje os membros do Governo.

"Se os relatos de práticas de espionagem generalizada por parte da inteligência alemã estavam corretos, a Alemanha dará explicações", disse o ministro belga Alexander De Croo (Reuters/ Arquivo)

"Se os relatos de práticas de espionagem generalizada por parte da inteligência alemã estavam corretos, a Alemanha dará explicações", disse o ministro belga Alexander De Croo (Reuters/ Arquivo)

© Yves Herman / Reuters

"Se os relatos de práticas de espionagem generalizada por parte da inteligência alemã estavam corretos, a Alemanha dará explicações", disse o ministro das Telecomunicações, Alexander De Croo, citado pela agência de notícias Belga.


O Ministro da Justiça, Koen Geens, por sua vez, referiu que o Serviço de Segurança do Estado Belga tinha começado uma investigação e esta deve determinar, "em caso afirmativo, em que medida a Bélgica tem sido objeto de supostas atividades de espionagem" por parte do alemães, por forma a que sejam tomadas medidas adequadas com base nos resultados do inquérito.


De acordo com as revelações na imprensa, o serviço de inteligência alemã, o BND, espiou empresas e supervisionou séniores políticos europeus em nome da NSA (Agência de Segurança Nacional) norte-americana.


Esta polémica eclodiu há várias semanas e o Governo de aliança de Angela Merkel, que, embora reconhecendo as lacunas na BDN (Serviço de Inteligência Alemã), garantiu estar pronto para falar perante a comissão parlamentar de inquérito para esclarecer práticas de espionagem.


Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.