sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 20 mortos em ataque contra autocarros no Paquistão

Pelo menos 20 pessoas morreram hoje quando rebeldes não identificados atacaram dois autocarros na província de Baluchistan, no sudoeste do Paquistão, disseram fontes oficiais.

"Mataram 20 passageiros de dois autocarros e seis ficaram feridos", disse o assistente do comissário da cidade de Mastung, Muhammad Ismael.

Segundo a fonte, os autocarros, que faziam a ligação entre Quetta e Karachi, a segunda cidade mais importante do Paquistão, foram sequestrados na localidade de Mastung, a 50 quilómetros de Quetta.

Depois do ataque, o gabinete do primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, pediu, em comunicado, a detenção dos responsáveis por aquele "horrendo crime".

O ataque ocorreu duas semanas depois de 45 pessoas que seguiam num autocarros para Karachi terem sido assassinadas, num atentado reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Baluchistan é a província mais extensa e menos povoada do Paquistão e faz fronteira com o Afeganistão e o Irão. 

Lusa
  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.