sicnot

Perfil

Mundo

Austrália interceta e rejeita entrada de embarcação com imigrantes ilegais

A marinha australiana intercetou e rejeitou a entrada nas suas águas territoriais de uma embarcação que tinha a bordo várias dezenas de imigrantes ilegais que tentavam chegar à Nova Zelândia, divulgou hoje a polícia indonésia. 

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

Após rejeitados pelas autoridades australianas, os 65 imigrantes oriundos do Bangladesh, Birmânia e Sri Lanka chegaram à ilha de Rote, no leste da Indonésia, indicou hoje um oficial da polícia local.

"De acordo com os testemunhos dos imigrantes, eles foram devolvidos pela marinha e pelos serviços de imigração australianos depois de terem sido interrogados", referiu o mesmo representante.

"Afirmaram que estavam a caminho da Nova Zelândia", acrescentou. 

O mesmo oficial precisou que os imigrantes foram encontrados no domingo numa praia por habitantes da região, depois da embarcação em que viajavam ter naufragado.

Pouco tempo depois de ter chegado ao poder, em setembro de 2013, o governo conservador australiano liderado por Tony Abbott lançou a operação "Fronteiras Soberanas", com o objetivo de desencorajar os migrantes que tentam chegar à Austrália por via marítima.

Os navios da marinha australiana intercetam as embarcações que transportam os migrantes, devolvendo-os posteriormente para o ponto de partida, na maioria dos casos para a Indonésia.

Os requerentes de asilo que chegam por mar à Austrália são colocados em campos de retenção temporária, antes de serem extraditados para os respetivos países de origem. Estes migrantes também podem ser transportados para o Camboja, onde foi instalado um centro de abrigo, no âmbito de um controverso acordo bilateral com as autoridades de Camberra.

Nas últimas semanas, mais de 3.500 migrantes chegaram à Tailândia, Malásia e Indonésia. Muitos outros continuam retidos a bordo de embarcações sobrelotadas que estão à deriva no mar.  

Lusa
  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.

  • Incêndio na Amadora deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação na Buraca, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa