sicnot

Perfil

Mundo

Organizações humanitárias preparam apelo de 454 M€ para o Iraque

Organizações humanitárias preparam-se para lançar um apelo com vista à angariação de 500 milhões de dólares (454 milhões de euros) para a crise humana criada pelo grupo Estado Islâmico no Iraque, informou hoje a UNICEF. 

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© STRINGER Iraq / Reuters

O anúncio surge na véspera do encontro em Paris da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos que combate o movimento extremista no Iraque e na Síria. 

 
 

"A situação humanitária no Iraque está perto do desastre! Precisamos urgentemente de recursos adicionais de modo a continuar a facultar assistência", informou Philippe Heffinck, representante da UNICEF no Iraque em comunicado. 

 
 

Segundo a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), oito milhões de iraquianos carecem de ajuda humanitária urgente, em particular cerca de três milhões que foram forçados a abandonar as suas casas desde o início da ofensiva dos 'jihadistas' em junho de 2014. 

 
 

O acesso tem sido, contudo, dificultado pelos combates no terreno e a falta de fundos está mesmo a colocar a ajuda humanitária em causa, segundo a UNICEF. 

 
 

Face a essa situação, todas as organizações atualmente ativas no Iraque vão lançar, na quinta-feira, em Bruxelas, "um apelo para a angariação de quase 500 milhões de dólares para cobrir as operações de assistência nos próximo seis meses", indicou a agência da ONU. 

 
 

  

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.