sicnot

Perfil

Mundo

Senador republicano Lindsey Graham candidata-se à Presidência dos EUA

O senador republicano da Carolina do Sul Lindsey Graham apresentou-se esta segunda-feira como candidato às Presidenciais nos Estados Unidos, argumentando ser mais qualificado que qualquer outro candidato em matéria de segurança nacional - incluindo a democrata Hillary Clinton.

Graham, 59 anos, junta-se aos outros oito candidatos do Partido Republicano que já se encontravam na corrida às eleições de 2016, com sondagens a indicarem que será claramente um dos que reúne menos apoios.

Graham, 59 anos, junta-se aos outros oito candidatos do Partido Republicano que já se encontravam na corrida às eleições de 2016, com sondagens a indicarem que será claramente um dos que reúne menos apoios.

© Christopher Aluka Berry / Reuters

Graham, 59 anos, junta-se aos outros oito candidatos do Partido Republicano que já se encontravam na corrida às eleições de 2016, com sondagens a indicarem que será claramente um dos que reúne menos apoios. 

Espera-se ainda que um décimo candidato, Rick Perry, ex-governador do Texas e candidato às primárias de 2012 pelo Partido Republicano, entre na corrida na quinta-feira. 

Evidenciando a sua defesa de uma política externa mais intervencionista, Graham disse perante uma multidão, na cidade de Central, na Carolina do Sul: "Eu quero ser presidente para derrotar os inimigos que estão a tentar matar-nos".  

E sublinhou que tem "mais experiência em segurança nacional que qualquer outro candidato nesta corrida. Isso inclui-te a ti, Hillary", acrescentou.

Clinton, a favorita pelo Partido Democrata, foi secretária de Estado do Governo Obama durante quatro anos, experiência que Graham insistiu ter conduzido a "alguns perigosos erros".

"Todos os dias, as manchetes atestam os fracassos das políticas Obama/Clinton", sustentou Graham, frisando que estas deixaram os norte-americanos "menos seguros". 

O senador republicano, que serviu na Força Aérea dos Estados Unidos durante décadas como reservista, não é o único aspirante a candidato presidencial a defender uma política externa mais intervencionista e musculada.

O senador Marco Rubio está a fazer o mesmo, assim como Jeb Bush, filho e irmão de dois presidentes que é provável que concorra mas ainda não apresentou oficialmente uma candidatura. 

Graham contrasta com o candidato republicano libertário Rand Paul, um senador que cumpre o primeiro mandato e é consideravelmente mais moderado, e cujas objeções levaram, no domingo, ao fim de alguns poderes de vigilância pós-ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

O republicano Lindsey Graham é mais favorável à reforma das leis de imigração que a maioria dos conservadores.

Em 2013, foi um dos quatro republicanos que ajudaram a redigir uma abrangente lei de reforma da imigração que passou no Senado mas chumbou na Câmara dos Representantes.
Lusa
  • Europol deteve grupo que vendia euros falsos na Darkweb

    Mundo

    A Europol anunciou hoje a detenção de oito pessoas suspeitas de pertencerem a um grupo criminoso considerado como um dos maiores fornecedores de euros falsos vendidos online, no âmbito de uma operação realizada pelas autoridades italianas.