sicnot

Perfil

Mundo

Aguardada confirmação do veredito da pena de morte de Morsi

Um Tribunal do Cairo deve anunciar hoje o veredito do julgamento sobre a pena de morte do ex-Presidente egípcio. Mohamed Morsi é acusado por ter planeado a fuga de uma prisão nos arredores do Cairo, na companhia de mais de uma centena de militantes da Irmandade Muçulmana, durante a revolta de 2011. Derrubado pelos militares em 2013, Morsi tinha sido já condenado em abril a uma primeira pena de 20 anos de prisão. A sentença poderá ainda ser contestada nos próximos 60 dias.

 Mohamed Morsi (Reuters/ Arquivo)

Mohamed Morsi (Reuters/ Arquivo)

REUTERS

Após o afastamento compulsivo de Morsi em julho de 2013, numa ação liderada pelo ex-chefe das forças armadas e atual presidente Abdel Fatah al-Sisi, os seus apoiantes têm sido alvo de uma sangrenta repressão que já provocou cerca de 1.400 mortos e pelo menos 15.000 detenções. 




  • Jornalista preso 400 dias no Egito por acusação de apoio a terroristas

    Mundo

    Depois de 400 dias preso no Egito, o jornalista Peter Greste confessa estar aliviado. Mas diz sentir-se revoltado por deixar para trás dois colegas que permanecem detidos. O repórter australiano do canal Al-Jazeera foi preso em dezembro de 2013 quando relatava a repressão aos protestos no Cairo que se seguiram à queda do Presidente Mohammed Morsi. Foi condenado a sete anos de prisão acusado de mentir e de apoiar um grupo terrorista. As autoridades do Cairo justificam a libertação com um decreto de novembro que autoriza a deportação de prisioneiros estrangeiros.

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.