sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de desaparecidos em naufrágio na China

Centenas de desaparecidos em naufrágio na China

Um barco com 458 passageiros naufragou ontem na zona sul do rio Yangzte, na província de Hubei, na China. Pelo menos 13 pessoas foram resgatadas numa operação de salvamento dificultada por ventos e chuvas fortes. De acordo com a cadeia britânica BBC, cinco pessoas morreram e centenas continuam desaparecidas. Cerca de 30 navios estão no local. O primeiro-ministro chinês também se deslocou à zona do naufrágio. O capitão do navio foi uma das pessoas resgatadas. Contou que o acidente terá ocorrido quando o barco foi atingido por ventos de 130 quilómetros por hora e que se afundou no espaço de um ou dois minutos.

A maioria dos passageiros eram turistas idosos de nacionalidade chinesa. As operações de busca vão continuar ao longo do dia. O  Yangtze, também conhecido pelos chineses como Rio Grande, é o maior rio da Ásia e o terceiro maior  do  M undo.
  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.