sicnot

Perfil

Mundo

Descoberto no Brasil fóssil de pássaro com 115 milhões de anos

Um fóssil de um pássaro com 115 milhões de anos, em bom estado de conservação, foi descoberto no Brasil, divulgou hoje a revista Nature Communications.

© Mike Blake / Reuters

A ave, do tamanho de um colibri, tem olhos grandes, duas longas penas na cauda, que fazem lembrar dardos, e um bico com dentes. Pertence ao grupo de pássaros chamado de "Enantiornithes", do Período Mesozoico (de 251 milhões a 65,5 milhões de anos).

Segundo um dos coautores do estudo, Ismar Carvalho, investigador do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, trata-se do pássaro mais antigo do supercontinente do Gondwana, que reagrupava as atuais América Latina, África, Antártida, Austrália, Península Arábica e subcontinente indiano, até à sua divisão em vários continentes no Período Jurássico (há 160 milhões de anos).

Fósseis de pássaros do grupo "Enantiornithes" foram anteriormente descobertos no Norte da China.

O novo fóssil, encontrado há quatro anos em Nova Olinda, no nordeste do Brasil, é igualmente o primeiro que se mantém conservado a três dimensões.

De acordo com os investigadores, as penas da cauda teriam um papel no acasalamento, no reconhecimento da espécie ou na comunicação visual.

Lusa
  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.