sicnot

Perfil

Mundo

Descoberto no Egito fóssil de baleia pré-histórica mais completo de sempre

Investigadores egípcios descobriram um jazido de fósseis de baleia com cerca de 40 milhões de anos, entre os quais se destaca o esqueleto de cetáceo mais completo descoberto até hoje, segundo o ministro do Meio Ambiente egípcio, Jaled Fahmi.

Os especialistas destacam entre os restos encontrados os do "Basilossaurus", por ser o maior e melhor conservado fóssil de baleia descoberto até hoje, com um comprimento de 18 metros e um esqueleto íntegro que conserva até as mais pequenas vértebras da cauda. (Arquivo)

Os especialistas destacam entre os restos encontrados os do "Basilossaurus", por ser o maior e melhor conservado fóssil de baleia descoberto até hoje, com um comprimento de 18 metros e um esqueleto íntegro que conserva até as mais pequenas vértebras da cauda. (Arquivo)

© Pilar Olivares / Reuters

Segundo a agência espanhola EFE, o ministro anunciou hoje numa conferência de imprensa, no Cairo, que a descoberta foi feita em Wadi al Hitan (Vale das Baleias), situado na província de Al Fayum, a sudoeste da capital, e famoso pela grande quantidade de fósseis de cetáceos lá descobertos.

Os especialistas destacam entre os restos encontrados os do "Basilossaurus", por ser o maior e melhor conservado fóssil de baleia descoberto até hoje, com um comprimento de 18 metros e um esqueleto íntegro que conserva até as mais pequenas vértebras da cauda.

Foram identificados restos de ossadas de criaturas marinhas no interior do estômago do cetáceo, o que revela o tipo de alimentação e a fauna que existia na região há 40 milhões de anos.

Os investigadores encontraram também uma grande quantidade de dentes de tubarão ao lado do "Basilossaurus", o que indica que os tubarões se terão alimentado da carcaça da baleia pré-histórica.

O ministro egípcio adiantou ainda que a Itália está a ajudar na preservação da zona e na criação do que será o primeiro museu de fósseis no Médio Oriente, que mostrará a história geológica da zona e as mudanças que se registaram em Al Fayum, e que será inaugurado em breve.

A existência de esqueletos fósseis de cetáceos levou em 2005 a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) a declarar Wadi al Hitan Património Natural da Humanidade.

Lusa
  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.